12 comentários
  1. Nossa Gaby, até eu me emocionaria se ouvissem esses relatos deles! O interessante é que essa visita, pelo que pude perceber foi de extrema importância e que a gente aprende que não é aquela realidade que queremos pra nossa vida e pra vida de nossos amigos, mais que quando alguém bebe e pega um carro pra dirigir, não pensa nas consequências e em outros delitos.
    É uma pena que aqui no Brasil esse tipo de visita e "aula" em presidios sejam inviáveis, mais eu imagino que isso tenha sido uma experiência ótima pra vc e seus colegas, uma coisa que marcou e que todo o mundo que presenciou os depoimentos, vai pensar 2 vezes antes de cometer algo e pensar que "nada vai me acontecer"!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. oii Gabriela, sou do Brasil.. Paraná
    faz tempo que sigo teu blog e adooooro demais
    comentei com o pessoal do interact que participo e gostaríamos de saber se não é possível fazermos um projeto juntos. o que acha?
    se vc se interessar entre em contato comigo. meu e-mail é raymedatsch@hotmail.com
    beijos

    ResponderExcluir
  3. Nossa, eu chorei só de ler a história do cara que matou os pais, mano, que dó.

    ResponderExcluir
  4. Nossa,que triste!
    Adoro seu blog, mas nunca comentei.
    Espero um dia poder viver experiências como essas...
    beijos
    Fica com Deus

    ResponderExcluir
  5. É uma pena não poder tirar fotos,mesmo assim gostei saber essas histórias!!:S
    http://themudancas.tk/

    ResponderExcluir
  6. Super legal eles te chamarem. É impressionante a diferença entre o sistema de prisão dos EUA, pro do Brasil! Se alguém aqui ajudar um amigo a fugir da cena de um crime, em no maximo um ano já estaria solto.

    ResponderExcluir
  7. Nossa Gabi.. se eu estivesse lá, tbm iria chorar horrores.. pq só de imaginar eles falando já da uma lágria nos olhos..''/
    O último q vc falou, sobre o amigo q foi obrigado de certa forma a ajudar o outro.. nossa, como ele deve tá sofrendo.. mas tbm deve estar aliviado por outro né?! Pq pelo menos ele salvou a família e a namorada.. mas deve ta sendo horrível pra ele. ''/
    E o pior de tudo é saber q aqui no Brasil tem gente q comete mt mais crime, mt piores.. matam pessoas inocentes e estão livres, fazendo mts coisas erradas.. e o governo ainda aplaude os erros q esses criminosos cometem.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  8. Posso falar que me acabei de chorar lendo a história de cada um dos prisioneiros? E não tem nada a ver com família não, é porque sou sentimental demais mesmo hahah :x Falando sério, chorei muito.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Realmente as vezes a gente perde tudo por um simples erro esses prisioneiros não souberam dar importância a vida e está aí, o bom é q eles se arrependeram, msm q tem alguns q foram para a cadeia por não ter feito algo horrivel.

    Bjss

    ResponderExcluir
  10. Oie , conheci seu blog atraves daCapricho , lendo esse post acabei de perceber que que não é um simples blog de moda pelo contrario traz um pouco dessa cultura que vcê ta vivendo, Adorei essa materia e fiquei chocada como as coisas funcionam bem por ai neh , se fosse assim no Brasil . Otimo Blog BJO(*

    ResponderExcluir
  11. NOSSA, vc realmente escreve muito muito bem !
    eu me senti dentro da sala, de frente dos prisioneiros. e o final realmente....agora sabemos pq nossos pais sempre querem saber com quem andamos :x

    seu blog ta d+,como sempre!


    www.dantastrendy.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Eu comecei a chorar na hora que o cara falou assim: "Eu matei as duas pessoas que mais me amavam no mundo." Muito triste isso ):

    ResponderExcluir