domingo, 27 de novembro de 2011

Drama de babysitter

7: 30am de Sexta Feira voltei pra casa, depois da tentativa fail de fazer compras cedo. Dormi meia hora, tomei banho e com muito café na mente fui pela primeira vez trabalhar de babysitter.
Minha mãe que desenrolou pra mim na vinícola que ela trabalha. Lá tem um quartinho onde os pais que visitam a vinícola podem deixar as crianças com a babysitter, que nesse dia, a infeliz fui eu. Eles pagam muito pouco, por serem tantas crianças, mas eu tava querendo ver como era e preciso pagar pelo menos 10% das minhas compras com o meu dinheiro.
O quarto tinha muitos brinquedos, as crianças começaram a chegar ao poucos.. a primeira foi a Ava, er. Ficamos assistindo o filme "Rudolph" - sim, o veado do papai noel. E pintamos vários desenhos natalinos.
A segunda menina foi tensa. Ela tinha 8 anos, não queria brincar de nada, quase não falava e disse pra eu não irritar ela. Eu já tava pqp, o que eu vou fazer com essa criatura? Chegou uma terceira menina; Oba, agora eu tinha três ao mesmo tempo. Ela era muito fofa, me ajudou muito, as três começaram a conversar e juntas sentamos para colorir corujas. Era engraçado como elas concordavam com tudo entre si, eu me perguntava se eu era assim tambem. Falamos sobre Crepúsculo.. ai uma disse: Eu prefiro o Jacob. A outra: ai eu também, o vampiro é estranho. Ai a primeira: Sim, ele é estranho. HAHAHA ai depois todas tinham os mesmo brinquedos, se uma falava que tinha 50 barbies, a outra também tinha. Tudo bem, eram mentiras inocentes. A Ava ficava mais na dela, já que as outras tinham 7 e 8 anos..
Já não lembro mais da ordem das crianças. Mas sei que depois que a Ava e a outra menina foram embora, chegou um menino de 5 anos, muito fofo. Brincamos de carrinhos, ai eu dei a idéia de brincar com os dinossauros, pra que nééé. Eu peguei o primeiro que vi e comecei a fazer lutinha HAHA disse que tinha morrido. Ai me vem a criança dizer: Não, porque esse não pode matar o outro, porque com a cauda assim, e a altura de tal jeito eles são amigos. Eu fiquei assim O: O menino sabia tudo sobre dinossauros ): Eu toda agressivinha brincando só por brincar e ele planejando tudo de acordo com o conhecimento, hahah. Enfim fizemos a família e quem podia matar quem.



Uma familia me deixou com um bebê de 11 meses. Eu queria morrer. Ele caminhava muito rápido e queria ir para a saída sempre. Além de ficar colocando os carrinhos na boca. Outra menina de 7 anos, muito esperta, tava ali tambem. Coitada, quase não dei atenção pra ela, porque tive que ficar com o bebe no colo.
Depois que os pais vieram buscar o bebê, graças. Fiquei só com essa menina, brincamos de golf marotamente, ela conversava como uma adolescente ._. e ainda disse que eu era a melhor babysitter que ela teve. OPA!
Os últimos foram três crianças que não paravam quietas, eu tinha que me dividir pra agradar todas, quase enlouqueci. Um deles tinha 4 anos, que menino mais fofo. Na saída me abraçou ainda.
Eu tava com 4 horas de sono, só queria saber de ir pra casa.
No total foram 11 crianças durante 7 horas. Fiquei com no máx 3 de uma vez. Foi divertido durante um tempo, mas chega uma hora que cansa fazer a felizona e divertida o tempo todo. Não faço mais isso por tão pouco. Valeu a experiencia, mas dá próxima uma ou duas crianças por dia. haha


7 comentários:

  1. No minimo 150 dolares!

    ResponderExcluir
  2. Fiquei com dó de você Gaby hahah

    diariodebruniele.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Adoro vim aqui ver teu blog!!
    Sonho fazer intercambio, pretendo ir ano que vem, mas vou ficar primeiro só três meses e quero ir pra Londres!!!!
    beijo Gaby!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Parabéns, Gaby! pelo menos sobreviveu!! imagina eu com 25 crianças,ensinando inglês,comidades desde os 03 anos até 10 e 7 turmas!!!
    rsrsrs, beijos.

    ResponderExcluir
  5. Olá, aceita parceria com meu novo blog?
    sweetrepublica.blogspot.com

    ResponderExcluir